Início > Notícias do Consulado
O Novo Plano da China é uma Nova Oportunidade para o Mundo
2021/03/22

Por Yan Yuqing, Cônsul-Geral da China no Recife

 

Em Março de 2021, enquanto Pequim está na primavera florescente, as Duas Sessões da China, uma da Assembleia Popular Nacional e outra da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, foram realizadas com sucesso. Os representantes do povo de todo o país se reuniram em Pequim para discutir e aprovar o plano para o futuro desenvolvimento nacional.

As Duas Sessões aprovaram o 14º Plano Quinquenal de Desenvolvimento Econômico e Social Nacional e o Esboço de Metas de Longo Prazo para 2035. O Plano compreende com precisão a nova fase de desenvolvimento, implementa completamente o novo conceito de desenvolvimento, acelera o estabelecimento de um novo padrão de desenvolvimento caraterizado de dupla circulação, que tem o mercadointerno como esteio e permite os mercados interno e externo se impulsionarem um ao outro, para promovere alcançar um desenvolvimento com maior qualidade, mais eficiente, justo, sustentável e seguro.

No futuro, o desenvolvimento da China será impulsionado por motores duplos de qualidade e eficiência, que não só beneficiará todos os chineses, mas também acelerará o ritmo de desenvolvimento de todo o mundo.

 

1. A China iniciará uma nova fase de desenvolvimento em uma nova jornada de construção de um país socialista moderno

Atualmente, a China se encontra em um tempo histórico em que se misturam a pandemia global e as profundas mudanças não vistas em um século. A China também enfrenta o ponto histórico onde as duas metas centenárias se encontram. Sob a forte liderança do governo chinês, os chineses de todas etnias em todo o país estão unidos e têm obtido sucesso na prevenção e controle da pandemia, se tornando o único país entre as maiores economias do mundo a alcançar um crescimento econômico positivo em 2020.

A China venceu a batalha contra a pobreza. Pelos padrões atuais, 98,99 milhões de pessoas pobres rurais foram tiradas da pobreza. A meta de redução da pobreza da Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável foi concluída 10 anos antes do previsto, criando um milagre na história da redução da pobreza humana. Os principais objetivos e tarefas do desenvolvimento foram bem cumpridos, e novos avanços importantes foram feitos na Reforma e Abertura e na modernização socialista. O sucesso decisivo foi contretizado na construção de uma sociedade moderadamente próspera em todos os aspectos, e a primeira meta centenária foi alcançada.

Como disse o primeiro-ministro do Conselho de Estado da China, Li Keqiang, em seu relatório de trabalho do governo, a China entregou uma folha de respostas que é satisfatória para o povo, que atrai a atenção do mundo e marca a história. Em 2021, o crescimento previsto do PIB da China ultrapassa 6% com mais de 11 milhões de novos empregos nas áreas urbanas e os preços no consumidor aumentarão cerca de 3%. O 14º Plano Quinquenal abrirá uma nova jornada para China na construção de um país socialista moderno e na direção à segunda meta centenária.

 

2. A China implementará o novo conceito de desenvolvimento de inovação, coordenação, verde, abertura e compartilhamento.

1). Se concentrar em melhorar a qualidade e a eficiência do desenvolvimento, sempre colocar a inovação na posição central da modernização e aproveitar as oportunidades da nova revolução científica e tecnológica e transformação industrial. Nos próximos 5 anos, a China aumentará incentivos das políticas para proteger melhor a propriedade intelectual. O valor agregado das indústrias emergentes estratégicas representará mais de 17% do PIB. Acelerará a implantação em grande escala de redes 5G e aumentará a taxa de usuários para 56%. Fortalecerá a educação dos alunos e aumentará a taxa bruta de matrícula ao ensino superior para 60%

2). Promover de forma abrangente a revitalização rural, melhorar a estratégia de urbanização de novo tipo, consolidar e expandir os resultados da redução da pobreza. Dentro de cinco anos, a taxa de urbanização da China aumentará para 65%; melhorar o enquadramento econômico regional e promover o desenvolvimento coordenado de Pequim-Tianjin-Hebei, Delta do Rio Yangtze, Área da Grande Baía de Guangdong-Hong Kong-Macau e outras regiões.

3). Melhorar a estrutura industrial e energética, implementar o conceito de desenvolvimento sustentável. Nos próximos 5 anos, o consumo de energia por unidade do PIB e as emissões de dióxido de carbono serão reduzidos em 13,5% e 18%.A taxa de cobertura florestal chegará a 24,1%. Insistir em promover o desenvolvimento verde, realizar uma restauração mais vigorosa do ambiente ecológico natural, uma proteção ambiental ecológica com padrões mais elevados, e um desenvolvimento econômico e social mais verde,concretizar a coexistência harmoniosa do ser humano e a natureza.

4). Aprofundar a Reforma e Abertura de forma abrangente, promover ativamente o desenvolvimento com alta qualidade do Cinturão e Rota, reduzir ainda mais a lista negativa de acesso ao investimento estrangeiro, otimizar o ambiente de investimento, apoiar firmemente o sistema de comércio multilateral, aprofundar cooperação econômica multilateral, bilateral e regional, e construir uma rede de comércio livre de alto padrão destinada para todo o mundo, realizar uma cooperação mutuamente benéfica e ganha-ganha.

5). Continuar melhorando a subsistência e o bem-estar do povo, promover de forma constante a prosperidade comum. Durante o período do 14º Plano Quinquenal, melhoraremos o sistema de serviço público básico, o sistema de governança social de co-construção, co-governança e compartilhamento, fortaleceremos a governança social inovadora, melhoraremos continuamente o senso de ganho, felicidade e segurança do povo. Implementar a estratégia nacional de enfrentamento ao envelhecimento da população eaumentar a esperança média de vida para 78 anos.

 

3. A China estabelecerá o novo padrão de desenvolvimento caraterizado de dupla circulação, que tem o mercado interno como esteio e permite os mercados interno e externo se impulsionarem um ao outro.

Durante o período do 14º Plano Quinquenal, a China continuará implementando uma abertura de nível mais alto, em larga escala, mais ampla e profunda, e promovendo a coordenação e integração da economia, comércio, investimento e serviços. Com uma população de 1,4 bilhões, a enorme demanda doméstica da China deu origem ao maior e mais rápido mercado consumidor do mundo. Se estima que o volume acumulado de importação dos produtos nos próximos 10 anos ultrapasse USD 22 trilhões. Ao mesmo tempo, o novo padrão de desenvolvimento não é uma circulação interina fechada, mas uma circulação dupla interna e externa aberta, o que tornará o desenvolvimento da China mais intimamente relacionado ao desenvolvimento de outros países do mundo, incluindo o Brasil. A China está disposta para ser um mercado mundial de compartilhamento com um nível mais alto de abertura, regras mais transparentes e um melhor ambiente de negócios.

No contexto de incertezas crescentes na economia global, a economia da China tem mostrado grande resiliência e forte vitalidade, e o novo desenvolvimento da China atrai a atenção do mundo. No âmbito da parceria estratégica integral China-Brasil, os dois lados têm amplas perspectivas de cooperação nas áreas de investimento econômico e comercial, inovação tecnológica, desenvolvimento verde e experiência na redução da pobreza. A China está disposta a compartilhar a experiência da China com outros países incluindo o Brasil, por meio de um nível mais alto de abertura,para compartilhar os frutos da cooperação e fazer do novo plano de desenvolvimento da China uma nova oportunidade para o desenvolvimento mundial.

Suggest to a friend:   
Print