Início > Notícias do Consulado
Caminhada Bem-Sucedida do Partido Comunista da China
2021/06/04

Por Yan Yuqing, Cônsul-Geral da China no Recife

---1º Artigo da Série Comemorativa do Centenário do PCCh

 

Sendo o maior partido do mundo, o Partido Comunista da China (PCCh) vai celebrar o seu centenário no dia 1 de julho deste ano. Durante um século, o PCCh ultrapassou desafios e dificuldades, liderando o povo chinês para a libertação, enriquecimento e prosperidade, além de lutar pelo sonho chinês da grande revitalização da nação. A caminhada de cem anos do PCCh tem conduzido com sucesso o caminho para o progresso e o desenvolvimento da humanidade.

 

A convição da causa é o espiríto político do PCCh. Em 1840, a Guerra do Ópio deu início aos cem anos de humilhação da China, que já se encontrava miserável a nível interno e flagelada pelo exterior. Neste contexto, as figuras progressistas preocupadas pela salvação da pátria declararam a fundação do PCCh em 1921, dando início à independência da nação e à emancipação do povo.

O PCCh permanece sendo um partido do povo e para o povo. O ex-presidente Mao Zedong, fundador da Nova China, que liderou o povo para a vitória da revolução, disse: “Tudo o que nós temos feito é ao serviço do povo.” No mesmo sentido, o presidente Xi Jinping enfatiou que “A convição e missão dos comunistas chineses são buscar o bem-estar para o povo chinês e buscar a revitalização para a nação chinesa. Essa convição e missão é a força motriz fundamental que inspira os comunistas chineses a continuar avançando.”

Orientado pelo príncipio fundamental de servir o povo com todo o coração, o PCCh promoveu a união do povo, garantindo o sucesso na construção e no desenvolvimento do país. Atualmente, o PIB per capita ultrapassa os $10 mil, em comparação com o início da fundação do país, onde era abaixo de $70. A renda disponível per capita aumentou 60 vezes e 850 milhões de habitantes saíram da pobreza. A expectativa de vida dos chineses aumentou de 35 para 77 anos. Com o atual nível de vida elevado, o povo chinês se sente regozijado e seguro, usufruindo das suas conquistas.

 

A renovação de teorias é o poder de pensamento do PCCh. O partido liderou o povo para abolir o imperialismo, feudalismo, capitalismo burocrático, fundando uma nova China. Com caráter socialista, a nova Chinarepresenta a revolução mais profunda na história chinesa e mundial. O presidente Xi disse: “A razão por que o PCCh conseguiu cumprir as árduas tarefas impossíveis para outras forças políticas graças à sua persistência em ter o marxismo como orientação na prática, durante as quais enriquece e desenvolve esta teoria científica.”

O PCCh insiste em emancipar a mente, buscar a verdade dos fatos e acompanhar o ritmo do tempo. Com base do marxismo, a sigla busca a adaptação chinesa da teoria em combinação com o status real do país, além de trabalhar na renovação teórica. O Pensamento de Mao Zedong, Teoria de Deng Xiaoping, o Pensamento Importante de "Três Representatividades" e a Perspectiva Científica sobre Desenvolvimento nasceram e foi criado o Pensamento de Xi Jinping sobre o socialismo com características chinesas na nova era, que apresenta novos conceitos de desenvolvimento caraterizados de inovação, coordenação, ecologia, abertura e compartilhamento. O PCCh aplica as suas teorias em práticas, dirigindo o partido e o país a avançarem na direção correta.

 

A união de forças é a vantagem em ação do PCCh. A liderança do Partido Comunista da China é a característica mais essencial do socialismo com características chinesas e a maior vantagem do sistema. O PCCh tem em conta a situação geral, coordena todos os setores, concentra-se nos interesses de desenvolvimento a longo prazo do país e da nação e mobiliza plenamente a positividade, a iniciativa e a criatividade do povo. Com a união de toda a sociedade, é implementado efetivamente o aprofuntamento integral da reforma, governança abrangente à lei, construção fortalecida da civilização ecológica, erradicação da probreza, combate contra Covid-19, etc. Nestas campanhas, se demonstra a vantagem óbvia do sistema socialista, que é a concentração de todas as forças em grandes negócios, com a qual os obstáculos são enfrentados e sucessos são atingidos.

 

A auto-revolução é o motor perpétuo do PCCh. A sigla toma em alta consideração a administração e governança disciplinadas do partido. Adota-se Oito Regras para melhorar o estilo de trabalho e manter contato próximo com as massas, e opõe-se às quatro tendências doentias de "formalismo, burocracia, hedonismo e extravagância". Além disso, operações anticorruptas são realizadas e denominam-se: Bater Tigres (direcionada aos altos dirigentes), Esmagar Moscas (direcionada aos funcionários de base) e Caçar Raposas (direcionada aos corruptos refugitivos). Um sistema e mecanismo são construídos para que os servidores do povo não ousem, não possam e não pretendam corromper. Por um lado, através de disciplinas partidárias e leis nacionais, é estabelecido e melhorado o mecanismo legal de anticorrupção. Por outro lado, as medidas são adotadas como inspeção disciplinar para aprimorar o mecanismo de monitoramento. Ao auto purificar, melhorar, reformar e progredir, o PCCh defende efetivamente a sua imagem e os interesses funtamentais do país e do povo, e fortalece a sua base de governança.

 

A caminhada bem-sucedida do PCCh não representa apenas uma experiência de governança da China, mas também uma sabedoria chinesa para o mundo em resposta ao dilema de desenvolvimento e em soluções à governança desafiada. A China se dispõe a compartilhar com todos os países e partidos a sua forma de governança para que juntos possamos contribuir para a paz e o desenvolvimento da humanidade.

Suggest to a friend:   
Print